Por que o rigor do português no CACD?